• Ciça Canetti

Com que idade posso levar meu filhote na rua?

Essa é uma perguntinha bem comum pra quem esta com um filhotinho em casa cheio de energia, causando o terror e fazendo pipi pela casa inteira certo? Mas quando será o primeiro passeio na rua com o meu filhote? Normalmente a gente escuta sempre a mesma coisa: “Só depois que tiver todas as vacinas!”. Mas deixar para sair com o seu cão na rua apenas depois de terminar todas as vacinas pode ser um tiro no pé viu?


Calma gente! Não é pra sair na rua correndo agora com seu filhotinho não... senta, pega um café e lê aqui que você vai entender as vantagens e desvantagens de esperar até a última vacina pra mostrar o mundo ao seu filhote =)





Alto risco de doenças



É muito comum ouvir de médicos veterinários e outros tutores de cães que só devemos passear com os cães na rua após completar todas as vacinas no filhote. Isto porque os filhotes estão completamente imaturos imunologicamente no período inicial de vida, especialmente até os 10 primeiros dias de vida. Logo após o nascimento os filhotes mamam o colostro, a primeira porção de leite que é extremamente rica em células imunologicamente ativas, anticorpos e proteínas que conferem a imunidade passiva ao animal, ou seja, uma espécie de “vacina” que os protege de diversas doenças e infecções. Porém, esta imunidade não é suficiente para evitar a transmissão de algumas infecções virais que acometem filhotes de cães nos primeiros meses de vida. As principais são a parvovirose e a cinomose.






Mas será que é certo deixar o cachorrinho dentro de casa sem contato com o mundo de fora até ele completar todas as vacinas?


A vacinação dos filhotes é imprescindível para prevenir uma série de doenças, inclusive o Herpesvírus, a Parvovirose e a Cinomose, que são as doenças mais perigosas para filhotes de cães. Normalmente os médicos veterinários recomendam dar a primeira dose da vacina polivalente (V8 ou V10) que protege contra estas doenças com aproximadamente 45 dias. A segunda e a terceira dose da vacina polivalente deverá respeitar um intervalo médio de 21 dias entre as doses (no mínimo 15 dias e no máximo 30 dias), ou seja, caso um animal iniciar a vacinação com 45 dias ele irá receber a última dose da polivalente na 12ª semana de vida, ou seja, o final da fase de socialização. Cães que não possuem contato com outros cães durante os primeiros meses de vida geralmente se tornam cães medrosos e ansiosos na presença de outros cães na vida adulta, podendo inclusive desenvolver medo e agressividade contra outros cachorros. O mesmo ocorre com pessoas, ou seja, se você quer ter um cão manso e sociável com suas visitas você deve socializar seu filhote desde a 3ª semana de vida com o maior número possível de pessoas, caso contrário você corre o risco de ter um animal anti-social e que normalmente não tolera muito bem o contato com muitas pessoas.




Mas então como posso fazer com que ele socialize sem colocar meu filhotinho em risco de doenças?



Existem formas seguras e saudáveis para socializar o seu cão sem correr risco nenhum ao seu animal.


Alguns vírus são extremamente resistentes no ambiente e podem ficar no chão por meses ou anos. Expor o seu filhote ao contato direto com o chão em ambientes com grande circulação de pessoas e outros animais representa um alto risco na transmissão de algumas doenças como por exemplo a Parvovirose. Porém, muitas vezes é justamente nestes locais onde encontrará alguns estímulos que os filhotes devem conhecer nesta fase, como pessoas, animais, barulhos de motos, carros, ambulâncias, etc. Passear com o seu cãozinho no colo permite que o seu cão ouça, veja e sinta o ambiente, mas não expõe seu animal ao risco de se contaminar.


Outra dica é socializar com cães conhecidos como de amigos ou parentes que sejam sociáveis, saudáveis e vacinados. Caso não conheça outros tutores perto da sua casa, escolha sempre ambientes com baixa circulação de cães, especialmente cães de rua, pois não sabemos o histórico destes animais e geralmente não são vacinados, o que aumenta bastante a probabilidade de contaminação de algumas doenças.


Sei que alguns filhotes são pesados pra carregar no colo né? Um filhote de labrador com 3

meses não é tão fácil de carregar quanto um beagle. Nesse caso quando ele ficar mais velho que tal dar voltinhas de carro com ele? Pra sentir o cheiro da rua, escutar barulhos e de quebra ainda acostuma ele a passeios de carro para o futuro!



O que acharam dessa dica? De qualquer forma, pense sempre em primeiro lugar na


segurança e na saúde do seu animal e não exponha seu filhote à riscos desnecessários. Na dúvida procure a opinião de um médico veterinário de confiança e a ajuda de um profissional de comportamento animal para te auxiliar neste período tão importante para seu amigo. Beijos e até a próxima!









0 visualização
Join our mailing list. Never miss an update
  • Instagram
  • TikTok
  • YouTube
  • Facebook ícone social

© 2023 por Tipo Diva Blog | Orgulhosamente criado com Wix.com